Revista Brasileira de

Terapias e Saúde



Frederico Luiz Burigo, Sandra Silvério-Lopes. Lombalgia crônica mecânica: estudo comparativo entre acupuntura sistêmica e pastilhas de óxido de silício (Stimulation and Permanency - Stiper). Revista Brasileira de Terapias e Saúde, v. 1, n. 1, p. 27-36, 2010.

DOI icon10.7436/rbts-2010.01.01.03 PDF



Resumo: Contextualização: A lombalgia é a mais frequente das dores em região de coluna vertebral e geralmente é causada pela alteração funcional dos tecidos ósseos e moles que fazem a estruturação do local. Para a Medicina Tradicional Chinesa, a lombalgia é uma manifestação sindrômica relacionada, basicamente, às deficiências energéticas dos Rins (Shen). O método de tratamento com pastilhas com Óxido de Silício, conhecido no Brasil como Stimulation and Permanency (Stiper), utiliza partículas micronizadas depositadas e ordenadas em uma manta hipoalergênica com a proposta de reordenar a frequência energética e subsequentes benefícios terapêuticos. Objetivo: Comparar os tratamentos para lombalgia crônica mecânica com Acupuntura Sistêmica e as pastilhas de Óxido de Silício. Métodos: A presente pesquisa é do tipo Experimental Ensaio Clínico com 30 voluntários divididos aleatóriamente em dois grupos com quinze pessoas cada, onde o grupo A foi tratado com pastilhas de Óxido de Silício e o grupo B com Acupuntura Sistêmica. Para avaliação inicial e final foi usado o questionário de Roland Morris de Incapacidade Lombar (QRMIL) e a Escala Análogo Visual (EAV) para quantificar a dor. Resultados: Os dois grupos obtiveram resultados satisfatórios e equivalentes para a melhora da incapacidade lombar (grupo A, valor p = 0,02 e grupo B, valor p = 0,01) e para a quantificação do quadro álgico (grupo A, valor p = 0,02 e grupo B, valor p = 0,006). Conclusões: Conclui-se que as terapias analisadas são equivalentes nos quesitos analgesia e melhora da função lombar com os instrumentos de pesquisa utilizados. 

Palavras-chave: Acupuntura sistêmica, Óxido de silício, Stiper, Lombalgia.

Abstract: Background: Low back pain is the most frequent pain in the region of the spine and is usually caused by functional alterations of a bone and soft tissue forming the structure of the site. In Traditional Chinese Medicine, low back pain is a manifestation syndromic relates primarily to the energy gap Kidneys (Shen). The method of treatment with tablets with Silicon Oxide, known in Brazil as Stimulation and Permanency (Stiper), uses micronized particles deposited and sorted in a hypoallergenic blanket with the proposal to reorder the subsequent frequency energy and therapeutic benefits. Objective: To compare the treatments for chronic low back pain with Systemic Acupuncture and the wafer Oxide Silicon. Methods: This research is of the Experimental Clinical Trial with 30 volunteers randomly divided into two groups of fifteen people each, with group A was treated with chips of Silicon Oxide and group B with Systemic Acupuncture. For the initial and final questionnaire was used Roland-Morris Low Back Disability (QRMIL) and Visual Analog Scale (VAS) to measure pain. Results: Both groups had satisfactory results and cash equivalents for the improvement of low back disability (group A, p = 0.02 and group B, p = 0.01) and for quantification of pain symptoms (group A, p-value = 0.02 and group B, p = 0.006). Conclusions: We conclude that therapies are considered equivalent in terms of structure analgesia and improved function at the lumbar survey instruments used.

Keywords: Systemic acupuncture, Silicon oxide, Stiper, Lumbago.


Omnipax Editora
omnilogo