Revista Brasileira de

Terapias e Saúde



Raquel Silva dos Santos, Lirane Carneiro Suliano. Auriculoterapia como Recurso Complementar na Alteração Inespecífica da Pele. Revista Brasileira de Terapias e Saúde, v. 4, n. 2, p. 1-5, 2014.

DOI icon 10.7436/rbts-2014.04.02.01 PDF



Resumo: Contextualização: As alterações de pele, a princípio, podem parecer elementos de fácil identificação da afecção comprometedora, mas a prática clínica desmente tal idéia. São inúmeras as apresentações de uma lesão na pele, e não raro podem estar ligadas a mais de uma hipótese diagnóstica. Objetivo: Relatar um caso clínico de um paciente com alteração inespecífica de pele tratada de maneira complementar com auriculoterapia. Paciente sexo feminino, idade de 31 anos, não responsiva ao tratamento clínico alopático com especialista em dermatologia, apresentando a queixa com recidivas há 3 anos. Metodologia: Realizou-se duas sessões de auriculoterapia, com intervalo de sete dias, utilizando sementes de Vacária. Foram utilizados os seguintes pontos de auriculoterapia: shen men, simpático, rim, pulmão, occipital , endócrinas,supra renal ,ombro, joelho esquerdo, com base na suspeita diagnóstica de herpes, embora não conclusiva, pelo dermatologista. A paciente manteve a utilização da medicação alopática, conforme orientação do especialista, cursando há 4 semanas, mesmo sem resposta satisfatória. Resultados: A paciente relatou no primeiro dia após a sessão uma diminuição do prurido e ao terceiro dia verificou-se regressão das lesões. Observou-se uma melhora do quadro na segunda aplicação de auriculoterapia e, portanto, os pontos elencados foram mantidos. Conclusão: A auriculoterapia mostrou-se eficaz neste caso reduzindo as lesões de pele, diminuindo o prurido facilitando as atividades do dia-a-dia.

Palavras-chave: Pele, Lesão, Auriculoterapia, Dermatologia.

Abstract: Background: Skin changes may, initially, seem to be easy to identify elements of an underlying disease, however clinical practice refutes that idea. There are countless presentations of a skin lesion, and often can be linked to more than one diagnosis. Objective: To report a case of a patient with nonspecific changes in skin who was treated with auriculotherapy in a complementary manner. Female patient, age 31 years, not responsive to treatment with allopathic medical specialist in dermatology, with complaint with recurrent for 3 years. Methodology: Two sessions of auriculotherapy were performed with seven days interval, using Vacaria seeds. The following points by auriculotherapy were used auriculotherapy: shen men, sympathetic, kidney, lung, occipital, endocrine,adrenal, shoulder, left knee, based on clinical suspicion of herpes, although not conclusively, by the dermatologist. The patient continued the use of allopathic medication, as directed by the specialist, for four weeks, even without a satisfactory result. Results: In the first day after the session, the patient reported a decrease of pruritus and, the third day, lesions receded. After the second session of auricular acupuncture, an improvement of the overall condition was observed and, therefore, the selected acupoints were maintained. Conclusion: Auriculotherapy was effective in this case for reducing the skin lesions, also reducing the itching and facilitating the daily activities.
Keywords: Skin, Lesion, Auriculotherapy, Dermatology.


Omnipax Editora
omnilogo