Revista Brasileira de

Terapias e Saúde



Edilaine Mazolini, Eduardo Henrique Loreti. Visão Fisiológica da Terapia Assistida por Equinos na Regulação do Tônus Espástico em Praticantes Encefalopatas: Revisão Bibliográfica. Revista Brasileira de Terapias e Saúde, v. 5, n. 2, p. 15-20, 2015.

DOI icon 10.7436/rbts-2015.05.02.03 PDF



Resumo: Contextualização: A Paralisia Cerebral é uma doença ligada a diferentes causas, tendo com uma das suas principais características a espasticidade, desse modo, a terapia assistida por Equinos pode ser usado como uma modalidade terapêutica. Objetivo: O trabalho consistiu em uma revisão de literatura, com o objetivo de verificar fisiologicamente, os efeitos da terapia assistida por equinos na regulação do tônus muscular espástico em praticantes encefalopatas. Metodologia: Foi realizado uma revisão de literatura de publicações em português, inglês e francês, onde utilizou-se de teses, revistas e livros relacionados ao assunto, além de pesquisas em bancos de dados eletrônicos: MEDLINE (PubMed), Web of Science, COCHRANE e SCIELO, no período de 1976 a 2015. Resultados: Dentre a literatura obtida por meio da estratégia de busca, foi possível constar os efeitos fisiológicos da terapia assistida por equinos. Conclusao: Verificou-se, por meio de revisão de literatura, que a regulação do tônus muscular proporcionada em praticantes com paralisia cerebral, é facilitada pela normalização de neurotransmissores, que são responsáveis por organizarem os sentimentos e proporcionarem motivação ao praticante.

Palavras-chave: Teapia assistida por equinos, Paralisia cerebral, Espasticidade.

Abstract: Background: Cerebral Palsy is a disease linked to different causes, with one of its main characteristics being spasticity, thus, Equine-assisted therapy can be used as a therapeutic modality. Objective: This work consisted of a review of the literature, with the objective of physiologically verifying the effects of equine assisted therapy on the regulation of spastic muscle tone in encephalopathic practitioners. Methodology: A review of the literature was carried out, using theses, journals and books related to the subject, as well as searches in electronic databases: MEDLINE (PubMed), Web of Science, COCHRANE and SCIELO, from 1976 to 2015 Results: Among the literature obtained through the search strategy, it was possible to record the physiological effects of equine-assisted therapy. Conclusion: it has been verified, through a literature review, that the regulation of muscular tone provided in practitioners with cerebral palsy, is facilitated by the normalization of neurotransmitters, which are responsible for organizing feelings and motivating the practitioner.

Keywords: Equine-assisted therapy, Cerebral palsy, Spaticity.


Omnipax Editora
omnilogo