Revista Brasileira de

Terapias e Saúde



Paula Silveira da Silva, Vanusa Dullius Pilger, Cleiton José Treml. Laserpuntura Associada à Cinesioterapia Convencional em Pacientes Neurológicos com Espasticidade. Revista Brasileira de Terapias e Saúde, v. 6, n. 1, p. 7-11, 2015.

DOI icon 10.7436/rbts-2015.06.01.02 PDF



Resumo: Contextualização: Espasticidade manifesta-se por uma lesão do neurônio motor superior. Não existem dados epidemiológicos concretos sobre a espasticidade, há uma grande incidência e prevalência relacionada às doenças do Neurônio Motor acometendo milhões de pessoas no mundo. Objetivo: Analisar os efeitos da laserpuntura associada a cinesioterapia convencional sobre a espasticidade de membros superiores de pacientes neurológicos. Metodologia: Trata-se de um ensaio clínico controlado, com 10 voluntários com idade entre 21 a 65 anos divididos em Grupo laserpuntura + cinesioterapia e outro grupo somente com cinesioterapia. Foi utilizado laser As-Ga com 3 J/cm2, pontual em IG4, IG12, IG15, ID3, ID9, TA15, VB21. A avaliação foi realizada através da escala de Ashworth onde avalia tônus muscular, bem como a goniometria para avaliar a amplitude de movimento, e a escala Análise do Whoqqlbref que avaliou a qualidade de vida dos pacientes. Resultados: Os grupos apresentaram melhora da qualidade de vida (p = 0,005). Com relação aos movimentos ativos e passivos, pré e pós-tratamento de ambos os grupos obtiveram diferença significativa em todas as dimensões, comparando os grupos apenas se observa diferença significativa nos movimentos de flexão de ombro passiva (p = 0,0111) e extensão de ombro passiva (p = 0,153). No tônus houve diferença significativa entre pré e pós-tratamento (p = 0,0007) não havendo diferença entre os grupos. Conclusão: Ambos os grupos obtiveram resultado positivo na diminuição da espasticidade, no aumento da amplitude de movimento bem como na melhora da qualidade de vida..

Palavras-chave: Espasticidade, Laserpuntura, Tônus muscular, Acupuntura.

Abstract: Background: Spasticity is manifested by an injury to the upper motor neuron. There are no specific epidemiological data on spasticity, there is a high incidence and prevalence related to motor neuron diseases affecting millions of people in the world. Objective: To analyze the laserpuncture products associated with conventional kinesiotherapy on the spasticity of upper limbs of neurological patients. Methodology: This is a controlled clinical trial with 10 volunteers aged 21-65 years and divided into two groups, Laserpuncture + Kinesiotherapy group and only Kinesiotherapy. As-Ga laser, 3 J/cm2 was applied to accupoints LI4, LI12, LI15, SI3, SI9, TE15, GB21. An assessment was performed using the Ashworth scale, where muscle is evaluated, as well as a goniometry to assess a range of motion, and a Whoqql-bref Analysis scale that assesses patients’ quality of life. Results: The groups showed improvement in the quality of life (p = 0.005). With respect to active and passive movements, pre and posttreatment of both groups, a significant difference was obtained in all dimensions, comparing the groups only if there was a significant difference in the movements of passive shoulder flexion (p = 0.0111) and passive shoulder extension (p=0.153). In the tonus there was a significant difference between pre- and post-treatment (p = 0.0007), with no difference between groups. Conclusion: Both groups had a positive result in the reduction of spasticity, in the increase of the range of motion as well as in the improvement of the quality of life.

Keywords: Spasticity, Laserpuncture, Muscle tone, Acupuncture.


Omnipax Editora
omnilogo