Revista Brasileira de

Terapias e Saúde



Laura Sanches Lopes, Randolfo dos Santos Junior, Alexandre Lins Werneck. Yoga para Manejo e Redução da Síndrome de Burnout em Profissionais de Saúde. Revista Brasileira de Terapias e Saúde, v. 9, n. 2, p. 1-7, 2019.

DOI icon 10.7436/rbts-2019.09.02.01 PDF



Resumo: Contextualização: O trabalho da enfermagem envolve aspectos estressores relacionados a questões administrativas, questões ocupacionais e de relações humanas. Esses estressores podem afetar a saúde dos trabalhadores de instituições hospitalares, causando-lhes prejuízos como, por exemplo, o desenvolvimento da síndrome de burnout. Objetivo: Avaliar os efeitos da intervenção com a prática de yoga como estratégia para o manejo e redução da síndrome de burnout em profissionais de enfermagem. Métodos: Este é um estudo longitudinal prospectivo com abordagem quantitativa. Para a avaliação utilizamos um questionário para a obtenção de dados sociodemográficos e ocupacionais, bem como o Maslach Burnout Inventory Services Survey, a Escala de Coping Ocupacional e a Escala de Ansiedade e Depressão Hospitalar. Foram realizadas dez sessões com a prática de yoga, com periodicidade de um encontro por semana. Resultados: Após a intervenção foi observado uma melhora significativa dos indicadores de estresse, ansiedade, depressão e da estratégia de manejo para enfrentamento dos estressores ocupacionais. Conclusão: A partir dessa experiência são necessários novos estudos com amostras maiores e maior controle de variáveis, assim como sessões regulares para manutenção dos ganhos com a prática de yoga a fim de que os benefícios não se percam.

Palavras-chave: Intervenção, Yoga, Síndrome de burnout, Adaptação psicológica.

Abstract: Background: Nursing work involves stressful factors related to management, occupational and human relations issues. These stressors can affect the workers’ health at hospital institutions, causing impairments such as the development of burnout syndrome. Objective: To evaluate the effects of the early medical intervention with the practice of yoga as a strategy for the management and reduction of the burnout syndrome in nursing professionals. Methods: This is a longitudinal prospective study with a quantitative approach. We used, for the evaluation, a questionnaire to obtain socio demographic and occupational data, the Maslach Burnout Inventory Services Survey, the Occupational Coping Scale, and the Hospital Anxiety and Depression Scale. The program consisted of ten yoga sessions, once a week. Results: After an intervention through Yoga, a significant improvement was observed in the indicators of stress, anxiety, depression, and in the management strategy to face occupational stressors. Conclusion: From this experience, new studies with larger samples and greater control of variables are necessary, as well as regular sessions to maintain gains obtained and not to lose the benefits with the practice of yoga.

Keywords: Early medical intervention, Yoga, Burnout syndrome, Psychological adaptation.


Omnipax Editora
omnilogo